top of page
Buscar

O que fazer se o meu cão rosna e ladra?



Rosnar e ladrar são sinais de incómodo/aviso.


Nunca ralhe, nunca corrija e nunca castigue um cão por ele estar a comunicar consigo, com outros animais ou pessoas. Nem sequer diga "Não". Se impedir um cão de rosnar/ladrar corre o risco de criar aquilo que alguns tutores chamam de “cão traiçoeiro que morde do nada”. Nenhum cão morde do nada. O que pode ter acontecido é que devido a sucessivas correcções, ralhetes e castigos quando rosnava/ladrava o cão deixou de o fazer e passou a morder pois era a única forma de afastar aquilo que o assustava.


Nunca se esqueça que um cão que emite sinais de incómodo está a avisar que algo o preocupa. O que deve fazer é olhar em volta, perceber o que é que está a provocar medo/stress ao animal e ajudá-lo a sair da situação o mais rápido e tranquilamente possível. Caso o motivo do sinal de aviso seja algo que você ou alguém à sua volta está a fazer, parem imediatamente essa acção.


Diminuir o stress do cão


A partir do momento que tem identificados os gatilhos ou situações que provocam medo/stress ao seu cão evite expô-lo aos mesmos. Depois fale com um educador canino que use apenas métodos de treino amável e que o aconselhe sobre as melhores formas de baixar os níveis de stress do animal. Este é um passo essencial para se poder trabalhar a modificação de comportamento do cão.


Dessensibilização gradual a gatilhos que provocam medo/stress


A partir daqui começa um processo mais ou menos longo de dessensiblização gradual do animal aos gatilhos que o assustam. Não há varinhas mágicas que resolvam o problema em poucos dias. A modificação comportamental do cão vai muito além da alteração do comportamento em si. É preciso trabalhar sobretudo as emoções que estão na base desse comportamento e ajudar o animal a gerir os seus medos de uma forma natural e sem conflitos como o faria um cão equilibrado na natureza.

Comments


bottom of page